Teste Copel

btn-iniciar-teste

Clique em Iniciar Teste Copel para Começar

teste copelUma conexão lenta de internet pode gerar muitos aborrecimentos para o usuário. Em certos momentos parece que a velocidade da internet é menor do que o pacote de banda larga contratado? Você acha que sua conexão está mais lenta do que deveria estar? Como tirar essa dúvida? É muito simples, basta utilizar o teste copel de velocidade para checar a sua conexão. Ultimamente a importância de checar quantos MB/s sua conexão tem capacidade chega a ser vital, já que esta informação permite que o usuário planeje o uso de usa internet e saiba suas limitações. Este processo se torna ainda mais necessário uma vez que os internautas usam sua conexão para trabalho e lazer. Além disso, é claro, como consumidor o usuário tem direito de saber se sua operadora está realmente disponibilizando o plano contratado ou se existe má fé na conexão. Através do teste copel de velocidade o usuário pode se informar em poucos segundos sobre informações da velocidade da sua conexão e outras particularidades da sua rede de internet.
Primeiramente cabe dizer que existem dois tipos de medições que podem ser utilizadas nesse processo, o medidor expresso e o medidor completo. Na opção de medição expressa o usuário recebe informações sobre a velocidade dos downloads (arquivos baixados para o seu computador) e de uploads (arquivos carregados do arquivo pessoal para a nuvem, como e-mails e redes sociais). Nesta opção o sistema de medição envia um arquivo para o computador e calcula a duração de tempo para que a operação seja concretizada, avaliando em seguida a velocidade média do processo. Em seguida o teste realiza o trajeto inverso, enviando um arquivo do computador para a rede e medindo a velocidade do comando.

Este processo é conhecido como o funcionamento básico do Protocolo de Controle de Transmissão (TCP – Transmission Control Protocol) da Internet. Portanto é necessário possuir altas taxas de upload para igualmente baixar arquivos em altas taxas de transferência – principalmente em downloads de games e arquivos via torrent. Infelizmente é comum que os planos de internet ofereçam taxas de upload apenas condizentes a 10% do valor total das taxas de download. Infelizmente é importante lembrar que geralmente as operadoras de internet possuem cláusulas contratuais que a permitem entregar somente 10% da velocidade banda ofertada. Por exemplo: em planos de 15 MB a empresa pode legalmente disponibilizar somente 1,5 MB/s para a conexão e para as taxas de download e upload.

O medidor completo, por sua vez, além de também oferecer dados sobre o teste de velocidade copel de download e upload também informa o número de conexões realizadas por segundo e o índice de ping. O ping – também conhecido como latência – indica o tempo de resposta entre o computador que realiza o teste copel e sistema remoto. Quanto menor for o índice do ping significa que a qualidade da conexão, ou seja: nesse caso menos é mais.

  • Ping: a latência é o intervalo de tempo existente entre o envio de dados e o recebimento da resposta pelos servidores remotos. O resultado informa a duração de tempo entre a requisição de dados e o recebimento destas informações pelo servidor, indicando a média.
  • Velocidade de download: é dada pela taxa de bits máxima que o teste copel acusou durante a checagem, com a medição é feita em Mbps ao invés MB/s. É sempre importante lembrar que este índice deve ser o mais próximo possível da velocidade contratada pelo plano de banda larga, uma vez que o consumidor merece receber o produto no qual ele investe seu dinheiro.
  • Velocidade de upload: o valor corresponde ao índice de arquivos enviados do computador para a rede/nuvem. A numeração indica a velocidade atingida no envio e carregamento de dados, sendo normalmente inferior à taxa referente ao recebimento de downloads.
    Durante o teste copel ainda são apresentados resultados sobre a conexão em distintos recursos da internet, como o IP, voip e streaming, sendo este último muito relevante para usuários de Youtube e Netflix. Antes de iniciar o processo de medição de teste de velocidade copel pode ser necessário informar dados do provedor de acesso e da velocidade de banda larga utilizada.

Além da possibilidade de acompanhamento em tempo real do teste copel, o usuário ainda pode checar o progresso de envio/recebimento de dados do teste para obter informações sobre a oscilação de velocidade. Em casos mais detalhados são disponibilizados gráficos para medir como a taxa pode oscilar, uma vez que o teste indica a velocidade média – e deste modo é possível visualizar os índices mais rápidos e mais lentos da conexão, visualizando dados que comprovam ou não a estabilidade da sua rede.

Uma dica importante para refinar o teste copel e atingir resultados mais precisos é realizar a medição o mais próximo possível do modem ou roteador de internet. E dentro desse propósito existem outras formas de obter resultados mais exatos, como por exemplo: interromper downloads e desligar softwares que utilizem conexão de internet durante o teste, além de evitar a conexão de vários usuários em casos de conexão wi-fi. Este simples ato já garante que a rede de internet esteja inteiramente focada ao teste e livre de ações secundárias que poderiam causar distorções no resultado médio final da checagem. Como informamos acima, a conexão de internet sofre diversas oscilações durante o dia e isso inclui o período no qual o teste copel é realizado. Portanto é indicado que o teste seja refeito diversas vezes visando obter dados mais seguros e evitar informações que diferem da situação real da conexão.

Outro ponto que requer atenção no momento do teste é a rede utilizada. Se a sua conexão for sem fio a sua rede é compartilhada por outros usuários autorizados e, além dessa interferência, as conexões desta espécie possuem latência maior do que as redes sem fio. Desta forma o envio e recebimento de informações e dados podem demorar um pouco mais para serem concretizadas. As redes sem fio, por outro lado, possuem menos interferências e ruídos no momento do teste, sendo mais estáveis com melhores taxas de transmissão. Redes ADSL ou por cabo plugado permitem uma checagem mais otimizada, o que possibilita um resultado mais preciso e com melhor exatidão.

É interessante ainda terá atenção e checar frequentemente o seu índice de velocidade. Se o usuário notar que sua taxa de transferência indica um valor inferior ao contratado pela operadora em um intervalo de tempo muito longo pode ser um sinal de que algum malware ou rede maliciosa está utilizando o seu computador como conexão remota. Se a taxa continuar baixa mesmo sem o usuário realizar outras tarefas no computador a possibilidade de torna ainda maior, o que deixa o seu sistema vulnerável a envios de spams e a envolvimento indireto com ataques de internet. Nestes casos indicamos sempre manter o seu computador seguro com programas antivírus e antispyware, com varreduras constantes para evitar problemas deste tipo.

Após a checagem da sua rede através do teste de velocidade de internet o usuário fica a par da sua real conexão, se informando da capacidade e limitações da sua banda larga. Deste modo o internauta pode planejar melhor suas ações online – como não assistir um vídeo e baixar um arquivo ao mesmo tempo – além de evitar ser atingido por redes maliciosas. E claro, escolher se continua ou não sua atual operadora de internet.